Dicas sobre alimentação saudável para praticar o mergulho

Para praticar qualquer tipo de esporte é preciso tomar uma série de cuidados, principalmente quando se tratar de alguma atividade que requeira muito desgaste físico. Esse é o caso dos praticantes de mergulho, esporte aquático classificado como perigoso, e que por isso, requer cuidados redobrados.

Quando falamos de corredores, futebolistas e qualquer outro atleta de esportes em solo, a resistência física precisa estar muito bem preparada. Esportistas de água possuem um fator a mais que faz com que devam ser extremamente treinados: a água, principalmente se o esporte for praticado no oceano.

Outros fatores que fazem com que o mergulho seja um esporte desgastante, incluem correntezas, temperatura da água, necessidade de nadar mais rápido para fotografar animais exóticos, ou para fugir de predadores inesperados.

Mergulhadores enfrentam ambientes hostis, dependendo do local de mergulho, um dos fatores principais que exigem bastante do corpo físico, é a pressão da água que aumenta a cada metro descido, a salinidade também contribui para ressecar a boca, criando a necessidade de ingerir alimentos doces para restaurar o paladar.

Mas, o quê exatamente um mergulhador pode, ou deve comer antes de descer a grandes profundidades ? Cada sessão de mergulho pode fazer o esportista perder até 4 quilos, sem falar na fadiga que o peso do equipamento e os movimentos de natação causam.

Alimentos mais indicados para antes do mergulho

alimentação para mergulhadores

Geralmente os esportistas fazem mais de uma descida no mesmo dia, isso acontece para minimizar os valores gastos com equipamentos, oxigênio e até aluguel da embarcação. É preciso aproveitar ao máximo. Entre um mergulho e outro é aconselhável repor a energia que foi gasta para não ter problemas na próxima sessão.

A regra principal de alimentação é pouca gordura e muito carboidrato complexo, esses elementos repõem a energia no organismo de forma rápida e com segurança. Além disso, não existe necessidade de conter muito açúcar no alimento, já que esse elemento pode mascarar uma crise hipoglicêmica (pouca glicose no sangue).

É preciso tomar cuidado com alimentos industrializados que contém altas taxas de gordura. Analise as embalagens dos produtos antes de consumir. Veja uma conta segura para achar os percentuais de energia dos alimentos:

  • Gordura – geralmente mostrada em gramas – multiplique por 9 (nove) para achar a quantidade de calorias e divida pelo valor total de calorias que o alimento possui para saber quantas delas são originadas por gordura.
  • Carboidrato – geralmente mostrado em gramas – Multiplique o valor por 4 (quatro) para saber as calorias e divida pelo total de calorias para saber quantas são originadas por carbos.

Com esse cálculo, fácil de ser feito, é possível descobrir quais alimentos possuem mais carboidratos do que gorduras, e são esses que deverão compor a refeição para repor as energias de uma sessão de mergulho, aqui você pode ver algumas receitas que vão ajudar.

Como o ambiente envolve muita água e pouco espaço para carga, um sanduíche não seria a melhor opção, frutas seriam ideais para precisam ser lavadas e conservadas adequadamente, assim a melhor maneira, de alimentar um mergulhador, é através de barras de cereais ou alimentos próprios em forma de gel, eles repõem a energia e não fazem peso no estômago, evitando os famosos enjoos.

Frutas secas, como a banana são muito indicadas, assim como pão integral e biscoitos das categorias light ou diet (apenas pela baixa concentração de gorduras). Outra recomendação dos profissionais é beber muita água antes do mergulho e tomar isotônicos nos intervalos.

 

Dicas para iniciantes do mergulho

A prática de mergulho é uma das muitas atividades esportivas que requerem treinamento específico, e que envolve um risco constante, já que em uma sessão de mergulho podem ocorrer muitos imprevistos, é preciso muita preparação e conhecimento para não arriscar a vida.

Um dos principais perigos, que um mergulhador pode enfrentar, é o encontro com predadores como tubarões, arraias e outros tipos de animais carnívoros ou venenosos. Assim, conhecer bem os locais seguros, para a prática do esporte, é primordial para ir pegando experiência e poder avançar aos poucos em territórios mais exóticos.

dicas de mergulhoMuitas pessoas começam a praticar o esporte para poderem ver de perto as maravilhas que podem ser encontradas embaixo do oceano, mas o mergulho em mar aberto é um dos mais perigosos e que exige treinamento diferenciado e equipamento especializado. Diferente de mergulhar em uma piscina, o ambiente marinho possui muita pressão e o efeito da salinidade pode deixar os esportistas desidratados.

Se você está pensando em começar a praticar mergulho, saiba que é necessário muito tempo de treino antes de enfrentar a primeira sessão, propriamente dita. É bom também preparar o bolso, pois o equipamento exigido é um pouco mais caro que os de outros tipos de esportes. Veja abaixo 7 dicas que separamos para quem pretende começar a mergulhar.

5 Dicas para iniciantes do mergulho não desistirem de cara

Da mesma maneira que quando aprendemos a dirigir, a prática leva perfeição, com o mergulho não é diferente, cada sessão cria mais confiança e deixa o esportista preparado para novos desafios.

1 – Habilite-se

Antes mesmo de ter aulas na água, é preciso tirar uma certificação PADI – Professional Association of Diving Instructors (traduzido literalmente = Associação Profissional de Instrutores de Mergulho), tudo o que se refere à prática do esporte é monitorado por essa associação, e sua certificação é a mais cobiçada do ramo. No início o aluno receberá a primeira certificação que dá o direito de mergulhar a até 18 metros de profundidade.

2 – Procure um curso bom

A prática do mergulho inclui gastos consideráveis já no início, pois é indicado fazer curso em locais de boa reputação e com professores credenciados. Faça muita pesquisa antes de escolher uma escola de mergulho, procure referências, depoimentos de alunos e analise qual se adapta melhor às suas necessidades.

3 – Respeite o tempo

É comum, alunos que acabaram de se certificar e fazer as primeiras aulas quererem se aventurar em locais exóticos que sempre são comentados na mídia. Porém, como tudo na vida, mergulhar requer um aprendizado progressivo, no começo experimente locais mais seguros, e somente depois que tiver uma certa experiência poderá conhecer lugares que exijam um pouco mais de pratica, essa dica vale até para mergulhadores mais experientes, nunca é aconselhável arriscar-se pelo esporte.

4 – Respeite-se

Você pode sentir-se atraído pelo mergulho e, quando experimentar, sentir muita ansiedade, ou medo, no início é comum ter essas sensações, porém se continuar acontecendo mesmo após várias sessões pode ser que o esporte não seja para você. Mergulho tem que ser divertido.

5 – Mantenha a forma

O mergulho é um dos esportes que mais causa perda de calorias nos praticantes. Em apenas uma sessão, é possível perder grande quantidade de calorias. Apesar disso, não deve ser praticado apenas como maneira para perder o peso, é preciso estar atento à alimentação especial antes dos mergulhos, para manter a saúde e o corpo sempre em ordem.

Saiba quais os benefícios físicos que a prática do mergulho proporciona

mergulho

Mergulho é sinônimo de hobby para a maioria das pessoas que o praticam, mas o que elas não sabem é que trazem muitos benefícios para a saúde, pois é uma modalidade de atividade física. No fundo do mar é um paraíso aquático isso levanta paixão das pessoas por mergulhar e apreciar a beleza natural, e aproveitar os momentos mais lindo, isso tem chamado bastante atenção de muita gente que antes não tinham como hobby o mergulho e além de proporcionar atividade física para o mergulhador trazendo vários benefícios para a saúde.  O mergulho proporciona atividade física, pois e necessário movimentar o corpo com equipamentos e a resistência da água, isso faz com que trabalhe todos os grupos musculares do corpo.

Veja os benefícios que o mergulho proporciona

Um dos esportes mais compensadores que pode existir, um ótimo relaxante, tirar todas as tensões e fica livre do estresse porque é um dos lugares mais calmo do mundo. Não tem a pressão da gravidade com isso deixa o corpo leve, um momento impar na vida para relaxar e esquecer as dificuldades do dia a dia.

É ótimo para beneficio dos pulmões, exige muito do pulmão é necessário treinar antes do mergulho basicamente usa a boca para respirar através do equipamento de oxigênio, aumentando muito a capacidade pulmonar.

 

Os músculos ficam tonificados, pois o equipamento que carregamos a resistência da agua, isso faz com que se trabalham todos os músculos do corpo tonificando-os.

Trabalha os sentidos de direção, ou seja, como não tem como se comunicar verbalmente no fundo do mar, é necessário treinar o censo de direção através de sinais como os companheiros, a coordenação do corpo conta muito, pois só existem pontos de referencias.

Quando for praticar é importante treinar antes do mergulho e estar acompanhado de um mergulhador profissional para lhe orientar.